21.7.06

Sorte

“ (...)o teu destino é cheio de alegrias admiráveis, até o presente tens tido disabores constantes que continuarão se não mudares de agir, nem tudo que é luz é ouro, nem todos te são leais como pensas é preciso separar o joio do trigo e é o que deves fazer.(...)

(...)o tempo passa, mas no relógio as horas se repetem (...)”

 

Trecho retirado do papelzinho que o papagaio do realejo tirou pra mim agora na hora do almoço...

Aliás, coisa rara encontrar realejos hoje em dia...