10.9.06

11/9

Fiz e publiquei o texto abaixo há 4 anos atrás, quando os atentados de 11/9 fizeram um ano. Naquela época ainda havia uma certa comoção com os EUA... Fiquei com vontade de republicar... Não é lá grande coisa, mas  ainda estava meio sensível por algumas razões pessoais...
 
11/9

- Você vai conseguir sair daí
Dizia a mãe por telefone aos filhos no topo do WTC qd o avião se chocou! Eles nunca voltaram!
Morreram muitas histórias, muitas vidas
que tinham filhos e familias
que eram filhos
que amavam
que não sabiam o que era desespero
que já se desesperaram
E nesse desespero, pularam...
enquanto caiam, relembravam a vida,
que choraram
que sorriram
que brincaram
que conquistaram
e que agora nada mais valia
iam morrer por um deus
por uma obsessão, por uma loucura
Aos que ficaram,
o teto desabando
o fogo sufocando
Nas ligaçõess, despedidas
Nos corações, a certeza que iam morrer
e nada podiam fazer
O fogo tomou conta do topo da torre.
As pessoas caiam das janelas.
A mãe disse novamente que amava sua filha.
- Não desligue! implorou a Mãe
- Eu tenho que me deitar no chão... disse a filha.
Com isso, a ligaão caiu.
Eram 10h26, dois minutos antes de a torre desabar.
O World Trade Center havia desmoronado em silêncio.